Capitolio


Plataformas de investimentos reforçam aposta em seguro de vida

21 de junho 2021

O seguro de vida é fundamental para o planejamento patrimonial de um investidor, mas sua penetração ainda é baixa no Brasil. Mas se depender das plataformas de investimentos, esse cenário vai mudar – e rápido.

É o caso da XP, que vem acelerando a venda de apólices de parceiros e planeja lançar um seguro próprio, caminho que será seguido pela Órama. Entre os novos entrantes está a Genial, que lançou recentemente “marketplace” de vida e previdência, enquanto o ModalMais se prepara para fazer parte do jogo no segundo semestre.

De acordo com dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), no Brasil a penetração do seguro de vida – medida pela razão entre prêmios do segmento e o Produto Interno Bruto – foi de 0,27% nos quatro primeiros meses de 2021. Considerando todo o mercado supervisionado, esse percentual foi de 3,52% no período. Entre janeiro e abril, o acumulado de prêmios em seguros de vida soma R$ 7 bilhões, 16,8% a mais que em igual período de 2020.

A pandemia despertou a necessidade de as pessoas terem um seguro, mas o entendimento de especialistas é que ainda falta conhecimento sobre o tema. No Brasil, o produto ainda é associado apenas à morte, assunto cercado de tabu. As plataformas reforçam o discurso das seguradoras sobre a importância do seguro de vida no planejamento financeiro: a de que serve como proteção para a família do investidor enquanto ainda não tem um capital acumulado. Ao mesmo tempo, tem benefícios como internação hospitalar ou proteção em caso de doenças graves.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico