Capitolio


Grupo Fleury luta para retomar serviços após ciberataque

29 de junho 2021

O Fleury contratou as consultorias PwC, Accenture e Proteus, e as empresas de tecnologia IBM e Microsoft para dar suporte na retomada das operações

O Grupo Fleury busca retomar seus serviços, aos poucos, uma semana após ter sido vítima de um ciberataque do tipo ransomware, que se infiltra na rede da vítima e criptografa, ou ‘sequestra’, seus dados.

O Valor apurou que, até o momento, a empresa de medicina diagnóstica e saúde retomou a prestação automática de exames para 14 dos 29 hospitais parceiros no país e restabeleceu o serviço de atendimento ao cliente para todas as marcas do grupo, mas a retomada ainda não é plena. Ontem, o serviço de atendimento telefônico do Fleury informava que, devido à tentativa de ciberataque, o tempo de espera das chamadas estava acima do normal. Um atendente informou que agendamentos e realização de exames estão normalizados, mas que o acesso a resultados on-line não está disponível.

Resultados de exames precisam ser retirados pessoalmente nas unidades de atendimento, mas as imagens não estão disponíveis.

Veja mais

Autor: Daniela Braun
Referência: Valor Econômico