Capitolio


Novo futuro para o mercado de seguros de vida

01 de julho 2021

O cenário desafiador de pandemia deixará para sempre a sua marca na história de todas as pessoas, empresas e mercados, especialmente o de seguros de vida.

Constatamos que a repentina crise na saúde e as consequentes medidas de isolamento social despertaram ainda mais a reflexão e a conscientização das pessoas a respeito da vulnerabilidade e finitude da vida, abrindo espaço para que o setor, por exemplo, tenha se mantido resiliente até este momento e com ainda mais expectativa de crescimento ao longo dos próximos anos.

Em 2020, as contratações individuais de seguro de vida cresceram 26,2% em prêmios no comparativo com 2019, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Também de acordo com a instituição, entre janeiro e abril de 2021 o mercado de seguros de pessoas, que contempla o ramo vida, apresentou um crescimento de 11,5% em relação a 2020, faturando cerca de R$ 15,8 bilhões. Foi maior que o de seguros de automóveis, que registrou apenas 4% de crescimento, mantendo-se como segmento de maior participação no mercado geral, com 37%.

Veja mais

*David Legher é CEO da Prudential do Brasil

Autor: David Legher
Referência: Valor Econômico