Capitolio


Índices de Confiança indicam tendência de alta para Grandes Riscos

05 de agosto 2021

Os seguros Patrimoniais – Grandes Riscos mais do que dobraram em maio quando comparado ao mesmo mês de 2020, após dois meses sucessivos de queda. No acumulado, até maio o volume de R$1,5 bilhão em prêmios foi 12,1% maior do que a arrecadação observada no mesmo período do ano passado.

Dois dos indicadores setoriais, que a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) acompanha para melhor compreender a dinâmica dos seguros de Grandes Riscos, são os de confiança da indústria e do empresário do Ibre-FGV, que auxiliam no monitoramento e na antecipação de tendências econômicas.

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) registrou em maio 105,7 pontos, maior pontuação desde abril de 2013. O Índice de Confiança Empresarial (ICE) registrou 93,9 pontos em maio, mas ainda não conseguiu retornar ao nível pré-pandemia (em fevereiro de 2020, o ICE havia registrado 99 pontos).

Dentre os fatores apontados pelo IBRE para o aumento da confiança da indústria estão o avanço da vacinação e a recuperação das principais economias do mundo, ampliando as exportações, que são elementos que tendem a contribuir com a melhora das expectativas para o próximo semestre.

Referência: Monitor Mercantil