Capitolio


Notre Dame adquire a Serpram, IMESA e Hospital Varginha diante das aprovações da ANS e do CADE

05 de agosto 2021

A Notre Dame comunica que, diante das aprovações da ANS e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), a aquisição da Serpram, IMESA e Hospital Varginha pela Notre Dame Intermédica Saúde S.A. subsidiária integral da Companhia, foi devidamente concluída na data de hoje.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:GNDI3) nesta quarta-feira (04). Confira o documento na íntegra.

Com a conclusão desta aquisição, a Companhia passa a operar um total de 6 hospitais (667 leitos) e uma carteira com mais de 460 mil vidas de planos de saúde no Estado de Minas Gerais.

Já a aquisição da Notre Dame foi anunciada em outubro do ano passado, por um total de R$ 170 milhões. A companhia adquiriu a Serpram (Serviço de Prestação de Assistência Médico-Hospitalar), a IMESA (Instituto de Medicina Especializada de Alfenas) e o Hospital de Varginha.

“Com a conclusão desta aquisição, a Companhia passa a operar um total de seis hospitais (667 leitos) e uma carteira com mais de 460 mil vidas de planos de saúde no Estado de Minas Gerais”, afirmou em documento.

A NotreDame pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 10 de agosto.

A operadora de planos de saúde Notre Dame Intermédica registrou prejuízo líquido de R$ 27,9 milhões no primeiro trimestre de 2021, revertendo o lucro observado um ano antes, de R$ 160,4 milhões.

A receita líquida cresceu 13,4% entre o primeiro trimestre de 2020 e de 2021, para R$ 2,903 bilhões.

ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – somou R$ 137 milhões no primeiro trimestre, queda de 64,3% ante o mesmo período de 2020. Já o Ebitda ajustado caiu 52,8% no intervalo, para R$ 189,3 milhões.

Referência: ADVFN News