Capitolio


Brasilcap fecha 1º semestre de 2021 com faturamento de R$ 2,1 bi

06 de agosto 2021

Empresa de capitalização da BB Seguros completou 26 anos

Em um período desafiador no cenário econômico, a Brasilcap soube tirar proveito das oportunidades surgidas e fechou o balanço do primeiro semestre de 2021 com resultados expressivos. A empresa de capitalização da BB Seguros, que acaba de completar 26 anos de atividades, obteve um faturamento de R$ 2,1 bilhões e um lucro líquido de R$ 69,7 milhões. O valor representa retorno de 27,51% sobre o Patrimônio Líquido do exercício anterior. As reservas técnicas ficaram em R$ 7,9 bilhões e os ativos totais chegaram a R$ 9,4 bilhões.

O bom desempenho da Companhia também se refletiu nos prêmios distribuídos, que ajudaram a realizar os planos de vida de clientes em todo o Brasil. De janeiro a junho, foram entregues R$ 32,8 milhões para cerca de 8,5 mil títulos de capitalização.

Com produtos e serviços inovadores, a Brasilcap manteve o padrão de excelência que acompanha sua trajetória. Dessa forma, foi possível desenvolver títulos com a marca da versatilidade e obter resultados positivos. A empresa tem conseguido otimizar seus resultados com uma atuação focada na geração de valor para clientes, acionistas, funcionários e a sociedade.

A linha de produtos é um bom exemplo disso. O Ourocap, comercializado nos canais do Banco do Brasil, consolidou sua posição de destaque, representando 89,9% do total das arrecadações. Esse desempenho foi alavancado pelo engajamento das agências distribuidoras na entrega de valor aos clientes, além de ações promocionais, melhorias da experiência do cliente com novas funcionalidades no aplicativo BB e estímulos publicitários. Em meio ao cenário difícil, a Brasilcap ajudou milhares de brasileiros a formarem reservas para realização de planos, tendo ainda os sorteios como aliados da disciplina financeira.

A Brasilcap manteve ainda a política de diversificação de negócios com soluções como o Cap Fiador, oferecido para garantia de aluguel e atualmente distribuído por cerca de 5 mil imobiliárias em todo o País, com crescimento de 54,6% % nas vendas do período; o Parcela Premiável, que com um arredondamento de parcela, proporciona sorteios e ainda ajuda a AACD a cuidar de crianças com deficiência; e o Doadin, produto da modalidade Filantropia Premiável, comercializado na carteira digital bB e lançado em abril de 2020, com o objetivo de arrecadar recursos para entidades beneficentes, como a AACD.

Diante da continuidade dos impactos da Covid-19, a Companhia seguiu reforçando a vertente social da capitalização, com ações de solidariedade para minimizar os efeitos adversos da pandemia. No primeiro semestre de 2021, a Brasilcap investiu R$ 480 mil em instituições do terceiro setor que atuam na área da educação, esporte e, prioritariamente, saúde e assistência social. Entre elas, o “Craque do Amanhã”, que funciona em São Gonçalo-RJ desde 2010 e tem como objetivo proporcionar o desenvolvimento integral (físico, psicológico e social) de crianças e jovens a partir do futebol; e o Educação + Digital, criado para minimizar o impacto econômico e social na vida de jovens que dependem de computador e acesso à internet para o ensino remoto. O total de beneficiados pelas ações da Companhia chegou a mais de 17 mil pessoas.

A atuação da Brasilcap no semestre e o foco no cliente como norte também geraram reconhecimento institucional: a Companhia foi a grande vencedora do XXII Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, no segmento Previdência e Capitalização, pelo segundo ano consecutivo.

“Em meio a mais um ciclo de superação, a Brasilcap fechou o exercício com avanços importantes em diversas frentes de atuação, a fim de seguir sendo agente de transformação na vida das pessoas e na sociedade. As iniciativas implementadas com êxito pela Companhia passam pela ressignificação da capitalização para o cliente, pela potencialização dos canais digitais para gerar a melhor experiência possível ao consumidor, além da constante evolução nos temas Ambientais, Sociais e de Governança (ASG), preparando a empresa para o futuro”, afirma o presidente da Brasilcap, Gustavo do Vale

Referência: Monitor Mercantil