Capitolio


A tática da Oi para vender serviço de saúde a motoboys

02 de setembro 2021

Após um piloto de 100 dias, a operadora de telefonia Oi e a fintech Conta Zap reformularam o serviço de saúde que estão colocando no mercado, para ganhar escala e competitividade.

Por R$ 9,90 por mês, o Dr. Zap oferece número ilimitado de videoconsultas na rede de médicos da insurtech Ô Insurance e descontos em medicamentos. A aposta da operadora é conseguir penetração em sua base de clientes que são profissionais autônomos de baixa renda, hoje sem acesso à rede privada de saúde.

“Demos uma repaginada no Dr. Zap para ficar abaixo de R$ 10. Tínhamos lançado um produto já mais completo de R$ 27,90, que incluía outros tipos de seguro, como vida e funerário, e o que vimos na pesquisa com a base de clientes é que não viam o valor agregado desses outros itens, mas só preço mais alto”, explica Roberto Marinho Filho, fundador da Conta Zap. Isso porque o público-alvo é principalmente o cliente do pré-pago, de classes C, D e E, que põe em média R$ 20 de recarga no celular por mês.

Veja mais

Autor: Maria Luíza Filgueiras
Referência: Valor Econômico