Capitolio


Construtoras do Casa Verde Amarela terão de contratar seguro para o pós-obra

27 de setembro 2021

Seis seguradoras, inclusive de fora do país, já demonstraram interesse em operar com esse produto, diz secretário nacional de Habitação

O governo federal vai exigir que as construtoras que operam contratos de financiamento de moradia no âmbito do programa Casa Verde e Amarela, substituto do Minha Casa, Minha Vida, contratem seguros para cobrir danos estruturais por cinco anos após a entrega da unidade habitacional. Até o momento, o seguro para esse tipo de financiamento não cobria problemas no pós-obra, o que implicou em custos adicionais para o governo federal.

O secretário nacional de Habitação do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Alfredo Eduardo dos Santos, disse ao Valor que a instrução normativa sobre o assunto deve ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) nos próximos dias e começará a valer em janeiro do próximo ano. Isso porque as construtoras, assim como os bancos, terão que se ajustar à nova exigência. Segundo ele, seis seguradoras, inclusive de fora do país, já demonstraram interesse em operar com esse produto. “O valor do seguro não será relevante”, afirmou o secretário ao ser questionado se a mudança não poderia trazer aumento de custo do financiamento ao consumidor.

Veja mais

Autor: Edna Simão
Referência: Valor Econômico