Capitolio


Quase 70% das empresas não devem investir em saúde de funcionário no pós-pandemia, diz pesquisa

11 de outubro 2021

Painel S.A

Levantamento da Ticket aponta que mais de 30% das companhias já não oferecem auxílio ou planos

Quando a pandemia passar, cerca de 67% das empresas não pretendem ampliar os investimentos em saúde para os funcionários, segundo um levantamento feito pela Ticket com mais de 350 representantes de companhias.

Por outro lado, mais da metade dos participantes dizem que os profissionais ficaram mais preocupados com a própria saúde durante a pandemia, e quase 30% avaliam que o sentimento impactou a saúde mental da equipe.

O levantamento mostra que 32% das empresas não oferecem auxílios ou serviços de saúde a funcionários. Entre as que têm planos, 33% usam o modelo de coparticipação, 22% custeiam todo o valor.

Autor: Joana Cunha
Referência: Folha de São Paulo