Capitolio


Cade veta compra da Plamed pelo grupo Hapvida

25 de novembro 2021

Transação havia sido anunciada em dezembro de 2019, por R$ 57,5 milhões

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) reprovou a aquisição da operadora de planos de saúde Plamed pela Hapvida, cuja transação havia sido anunciada em dezembro de 2019, por R$ 57,5 milhões.

Em fevereiro deste ano, o órgão antitruste chegou a aprovar a transação, mas com restrições. A imposição era que parte da carteira de planos de saúde da Plamed, em Sergipe, fosse vendida a uma concorrente. A Plamed possui 26,6 mil usuários, sendo que 25 mil estão em Sergipe, praça de origem da operadora, e 44% do total são planos de saúde individuais, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de setembro deste ano.

No entanto, a Hapvida não cumpriu os critérios determinados pelo Cade para venda. Segundo o Valor apurou, essa carteira, formada por usuários de planos individuais e coletivos, seria vendida por apenas R$ 1 para uma operadora com menos de um ano de atividades e problemas financeiros – condições fora das regras estabelecidas pela autarquia e que levou à reprovação do negócio.

Veja mais

Autor: Beatriz Olivon e Beth Koike
Referência: Valor Econômico