Capitolio


Previ quer mais clareza sobre informações ESG das companhias

02 de dezembro 2021 Paulo Araripe Jr.

Estudo da Previ e da iniciativa internacional PRI analisou políticas de integridade de companhias

Stieler, da Previ: empresas precisam ampliar divulgação sobre pilares ESG — Foto: Leo Pinheiro/Valor

Os investidores demonstram cada vez mais preocupação com as questões ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês), e também com integridade, um tema que vem sendo observado de perto pela Previ, o maior fundo de pensão do Brasil.

“Queremos fortalecer e melhorar a qualidade dos ativos disponíveis, além de criar um ambiente de negócios mais sadio para o país”, afirmou o presidente da entidade, Daniel Stieler, ao participar do encontro de governança corporativa realizado ontem.

A Previ, em conjunto com a iniciativa internacional Princípios para o Investimento Responsável (PRI, na sigla em inglês), realizou um trabalho para compreender como as políticas e procedimentos relacionados ao tema integridade têm contribuído para a boa governança das empresas. As medidas são recentes, mas a intenção das companhias em demonstrar essas políticas é clara, segundo o levantamento. “Para que haja a possibilidade de incorporação do tema nas oportunidades de investimento, as empresas precisam ampliar a divulgação em relação a esses pilares, bem como os principais indicadores de efetividade dos princípios de integridade”, disse Stieler.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico