Capitolio


Sinistralidade em 70% no longo prazo é factível, diz presidente da Intermédica

08 de dezembro 2021 Paulo Araripe Jr.

Para Irlau Machado, cancelamento das festas de ano novo é decisão acertada, uma vez que a pandemia não está ainda controlada

Uma taxa de sinistralidade de 70% no longo prazo é algo absolutamente factível, segundo Irlau Machado, presidente da NotreDame Intermédica, que participou nesta terça-feira (7) de evento da gestora Frontier Capital. “Não estamos numa busca desenfreada por margem e, sim, por crescimento desse mercado [de planos de saúde]”, disse o executivo, explicando que esse percentual de sinistralidade remunera o capital.

Machado destacou que a companhia está preparada caso ocorra um novo pico de covid-19, uma vez que foram adquiridos equipamentos, montada infraestrutura e houve treinamento de pessoal. A exceção, que foge ao controle, é se houver um novo pico global que afeta o fornecimento de insumos, como ocorreu na segunda onda.

Ele disse ainda considerar positivo o cancelamento das festas de ano novo, uma vez que a pandemia não está ainda controlada, e destacou como positiva a alta imunização no Brasil. Já globalmente, ele enxerga a baixa vacinação em países da África e Ásia como um problema. Atualmente, o grupo tem 53 pacientes acometidos pela covid-19 internados, sendo que no auge da doença eram 2,2 mil.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico