Capitolio


Bradesco Seguros prevê expansão em apólices para máquinas agrícolas em 2022

20 de dezembro 2021

Coluna do Broadcastagro

Em meio ao aquecido setor de máquinas agrícolas, a Bradesco Seguros prevê crescimento expressivo das receitas com apólices (prêmios) de seguros de equipamentos agrícolas. Deve fechar 2021 com cerca de R$ 153 milhões e 68 mil itens segurados, 30% a mais do que em 2020, e já espera aumento de 31% no ano que vem, para R$ 200 milhões, diz Saint’Clair Lima, diretor da Bradesco Seguros. A campanha dos bancos financiadores de maquinário para que produtores contratem o seguro, a fim de reduzir os riscos e as taxas do empréstimo, é um dos fatores que devem sustentar o resultado.

Dentro do Bradesco, o plano é que de 80% a 90% das máquinas financiadas pelo banco em 2023 tenham cobertura da Bradesco Seguros. Hoje, fica entre 50% e 60%

Preço melhor para atrair o produtor

A seguradora também vai considerar particularidades das máquinas e regiões nos cálculos. Equipamentos para algodão, por exemplo, têm risco maior de incêndio. “Vamos flexibilizar franquias e incluir proteção para roubo e furto na cobertura básica”, afirma o diretor.

Meta é dobrar fatia no setor até 2023

O estímulo à manutenção das máquinas, para baratear o seguro, bem como simplificação do sistema de contratação, também devem ajudar a Bradesco Seguros a sair de uma participação de 10% no mercado para equipamentos agrícolas para 20% até 2023. O segmento rural, em 2021, representou 58% da carteira de equipamentos.

Autor: Clarice Couto, Tânia Rabello Augusto Decker
Referência: Estado de São Paulo