Capitolio


Número de operadoras de saúde cai 47% e aumenta concentração

17 de janeiro 2022

Segundo fonte do Cade, a tendência é que o órgão se torne mais rigoroso nas análises, pois o mercado está cada vez mais concentrado e a expectativa é que mais operações ocorram neste ano

O número total de operadoras de planos de saúde vem caindo no país, com as crescentes aquisições no setor. A queda foi de 47% entre 2011 e 2020, período em que a ANS encerrou o ano com o registro de 711 empresas, a despeito do crescente número de usuários. Os dados são de um estudo do Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade).

Das 285 análises feitas pelo órgão em quase 20 anos, apenas três foram totalmente rejeitadas. A verticalização tem sido um ponto central nesses casos, presente em 51% deles. Isso ocorre quando uma operadora de plano de saúde compra hospitais, por exemplo.

Veja mais

Autor: Beatriz Olivon
Referência: Valor Econômico