Capitolio


Movimentos da Petros atrapalham follow-on da BRF

19 de janeiro 2022

Parecer de Marcelo Trindade, ex-presidente da CVM, que contesta termos da operação indica que o fundo de pensão está se garantindo para briga futura

A Petros pode até ter ficado isolada nos protestos contra o followon da BRF, mas engana-se quem pensou que o fundo de pensão se deu por vencido. O acionista saiu da assembleia extraordinária de acionistas realizada na última segunda-feira com uma carta na manga: um parecer do ex-presidente da CVM Marcelo Trindade que indica que a fundação está se garantindo para uma briga futura. O parecer já provocou reações que poderão atrapalhar o follow-on.

Veja mais

Autor: Luiz Henrique Mendes
Referência: Valor Econômico