Capitolio


Precavidos

21 de fevereiro 2022

Coluna Broadcast Agro

A contratação de todos os tipos de seguro rural aumentou em 2021, de acordo com a Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg). O agrícola, de proteção de safra, cresceu 43,25% em valor de apólices (prêmios) ante 2020, para R$ 4,841 bilhões (50% do total). O de penhor rural (bens penhorados em empréstimos) avançou 33,8%, para R$ 1,915 bilhão; seguro pecuário, 108%, para R$ 46,9 milhões; benfeitorias e produtos agropecuários, 47%, para R$ 692,7 milhões.

Clima Extremo. Na modalidade agrícola, o avanço se deve a custos de produção maiores e a preços das commodities que subiram mais de 30%, elevando o valor segurado e, consequentemente, da apólice, explica Joaquim Neto, presidente da Comissão de Seguro Rural da Fenseg. A “severidade climática” em 2021, com períodos de seca e geadas intensas prejudicando lavouras, também levou produtores a buscarem mais proteção.

Referência: Estado de São Paulo