Capitolio


IRB tem prejuízo de R$ 683 milhões em 2021, queda de 54%

25 de fevereiro 2022

Ressegurador deve voltar ao azul neste ano, diz presidente

O IRB Brasil Re registrou prejuízo líquido de RS 683 milhões em 2021. Houve uma redução de 54% ante a perda de 2020 de R$ 1,482 bilhão. No quarto trimestre, o ressegurador apurou um prejuízo de R$ 371 milhões, 42,4% menor que no mesmo período do ano anterior.

“Enfrentamos um cenário mais adverso que o planejado em 2021, com a pandemia ainda afetando os negócios, mas mesmo assim os resultados indicam recuperação da companhia”, avaliou o CEO Raphael de Carvalho, em comunicado sobre os resultados. O executivo ressaltou que os sinistros de contratos firmados antes de junho de 2020, quando começou o processo de revisão das operações deficitárias “ainda impactam sensivelmente os números da companhia”. Os efeitos, no entanto, vão gradativamente ficando menores à medida que os contratos deficitários são encerrados.

O IRB espera retornar ao terreno de resultados positivos em 2022. De acordo com Carvalho, o menor efeito de negócios descontinuados, o arrefecimento da pandemia e a alta dos juros são os principais fatores que devem impulsionar o desempenho neste ano.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata e Mariana Ribeiro
Referência: Valor Econômico