Capitolio


Corretora Alper reverte prejuízo no 4º trimestre

17 de março 2022

A companhia começou 2022 já com o pé no acelerador das aquisições

A corretora Alper, que tem papéis negociados na B3, registrou lucro líquido ajustado de R$ 3,6 milhões no quarto trimestre do ano passado, revertendo prejuízo de R$ 181 mil visto no mesmo período de 2020. Nos quatro trimestres de 2021, o lucro alcançou R$ 9,59 milhões, alta de 83,3% frente ao período anterior.

As receitas líquidas alcançaram R$ 47,68 milhões de outubro a dezembro de 2021, com avanço anual de 67,8%. Em 2021, a linha atingiu R$ 147,13 milhões, 42,6% acima de 2020. Segundo o CEO, Marcos Aurélio Couto, apesar de o ano passado ter começado com covid-19 em alta, com a segunda onda concentrada no segundo trimestre, e sinais de retração na economia, o setor de seguros conseguiu dar a volta por cima a partir do segundo semestre. “O segmento de seguros se mostra muito resiliente e mostra que consegue crescer mesmo em tempos de crise”, afirma.

Couto explica que os resultados da Alper refletem tanto o crescimento orgânico quanto o inorgânico, ou seja, feito por meio de fusões e aquisições. “Somos de fato um consolidador de mercado”, diz. “No orgânico [resultado do crescimento natural do negócio] avançamos acima de 10% e no inorgânico fizemos quatro aquisições em 2021, o que torna o ano passado um dos mais ativos em M&A na história companhia”, explica o CEO.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Econômico