Capitolio


Mercado de produto para saúde teme queda de investimento

21 de março 2022 Paulo Araripe Jr.

Novo receio se aprofunda no momento em que setor ainda comemora retomada

No momento em que o mercado de produtos para saúde comemora o avanço das cirurgias eletivas no Brasil, que chegaram a ser suspensas no pior período da pandemia, começa um temor de desaceleração nos investimentos estrangeiros em tecnologias para o setor neste ano.

O problema é a alta taxa de juros, especialmente nos Estados Unidos, que reduz os investimentos de risco em países em desenvolvimento, segundo José Márcio Gomes, diretor-executivo da Abiis (Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde).

A entidade reúne o mercado de dispositivos usados em diagnósticos e tratamentos, como próteses, ventiladores e instrumentos médicos.

“Para ter tecnologia de ponta aqui no Brasil, tem que investir muito, e é um investimento que nem sempre é seguro porque, após ter a tecnologia, depende de incorporá-la no SUS e na ANS [Agência Nacional de Saúde Suplementar]. A gente se preocupa que isso abale um pouco a atração de novas tecnologias para o país, que vêm de fora”, diz.

Autor: Joana Cunha com Andressa Motter e Ana Paula Branco
Referência: Folha de São Paulo