Capitolio


Primeiro

07 de abril 2022

Coluna Broadcast

Maior fundo de pensão do País, o Previ, dos funcionários do Banco do Brasil, vai receber R$ 3,1 bilhões em precatórios federais referentes a uma ação que se arrastava há mais de 30 anos. Desde 1991, o fundo pedia na Justiça a revisão dos critérios de correção monetária das Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (OFNDs).

Da Fila. O pagamento é fruto de um acordo entre a Procuradoria Regional da União, com a chancela do Tesouro, e a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp), que representa os fundos de pensão e foi a autora da ação. Outros fundos também serão beneficiados, como o Petros, que receberá R$ 941 milhões.

Referência: Estado de São Paulo