Capitolio


Acordo pagará R$ 8,8 bilhões a fundos de pensão

27 de abril 2022

Dívida se refere a uma discussão judicial iniciada em 1991 sobre correção monetária

A União e fundos de pensão colocaram um ponto final em uma disputa de mais de 30 anos no Judiciário. O governo pagará, de forma parcelada, R$ 8,8 bilhões em precatórios a partir de 2023. Sem o acordo, o risco para a União seria de R$ 14 bilhões.

A dívida se refere a uma discussão iniciada em 1991, quando entidades de previdência complementar questionaram a forma de atualização monetária de obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (FND), adquiridas pelos fundos de forma compulsória em 1987.

Veja mais

Autor: Edna Simão
Referência: Valor Econômico