Capitolio


IRB Brasil Re lucra R$ 80,5 milhões no 1º trimestre, mas sinistros crescem

17 de maio 2022

A ressuguradora reportou lucro líquido de R$ 80,5 milhões no período

O IRB Brasil Re registrou lucro líquido de R$ 80,5 milhões no primeiro trimestre de 2022, alta de 58% frente ao mesmo período de 2021. O volume total de prêmios emitidos cresceu 4% na mesma base de comparação para R$ 2,005 bilhões, segundo o ressegurador.

Desse total, os contratos do mercado brasileiro representaram R$ 1,240 bilhão no primeiro trimestre, com incremento de 18,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Já os prêmios emitidos no exterior somaram R$ 764,6 milhões, queda anual de 13,7%.

Segundo o CEO da companhia, Raphael de Carvalho, a estratégia do IRB tem sido concentrar os contratos da carteira no mercado local e alcançar dois terços no Brasil e um terço no exterior. No primeiro trimestre de 2022, os prêmios emitidos no Brasil representaram 62% do portfólio ante 54% nos três primeiros meses de 2021. Conforme o executivo, a perspectiva é de até o fim do ano a carteira atingir a proporção desejada ou ficar muito perto.

O resultado financeiro e patrimonial teve alta de 150,6% para R$ 259,6 milhões. De acordo com o IRB, a cifra inclui um evento não recorrente de R$ 150,2 milhões referente ao ganho de ações judiciais que discutiam tributos.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Econômico