Capitolio


Após balanço, Hapvida perde quase R$ 10 bi na bolsa

18 de maio 2022

Números do primeiro trimestre mostraram perda de 64 mil usuários, queda no tíquete médio e aumento na sinistralidade

Uma combinação de redução de 64 mil usuários, queda no tíquete médio e aumento na sinistralidade no primeiro trimestre fez a operadora de planos de saúde Hapvida perder R$ 9,4 bilhões em valor de mercado ontem, após suas ações recuarem 16,84% na B3. Foi a maior queda entre os papéis que compõem o Ibovespa.

O valor de mercado da companhia combinada – Hapvida e NotreDame Intermédica (GNDI) concluíram sua fusão em fevereiro – passou a R$ 46,6 bilhões. Na segunda-feira, o grupo valia R$ 56 bilhões em bolsa. A desvalorização de ontem também é a maior desde a estreia da Hapvida na B3, em abril de 2018, quando operava de forma independente.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico