Capitolio


BP, Fleury e Bradesco se juntam em nova empresa

18 de maio 2022

Negócio de oncologia vai receber R$ 678 milhões em 5 anos

Com investimento de R$ 678 milhões, a BP – Beneficência Portuguesa, o Fleury e a Bradesco Seguros (via Atlântica Hospitais, braço de hospitais e clínicas da seguradora) se juntaram para a criação de uma empresa especializada em oncologia. O aporte, que será feito nos cinco primeiros anos de operação do novo projeto, é destinado à construção de clínicas e ‘câncer centers’ no país. Cada um terá uma participação de 33% e o investimento será na mesma proporção.

Os laboratórios do grupo Fleury, cujo maior acionista é a Bradesco Seguros, e as clínicas médicas da Atlântica, com 27 unidades em sete Estados, poderão ser prestadores de serviço da nova empresa, cujo nome ainda está em definição. Já as cirurgias serão encaminhadas à BP no caso de pacientes de São Paulo. Em outras praças, a ideia é que os casos mais complexos sejam atendidos nos ‘câncer centers’ próprios ou credenciados. A nova empresa terá atuação nacional e o atendimento poderá ser feito via planos de saúde ou particular.

“Além do investimento na estrutura, vamos colocar nossa expertise, fazer pesquisas de oncologia na nova empresa”, disse Denise Santos, presidente da BP. “É uma forma de expandir nosso conhecimento em oncologia em território nacional”, complementou. É a primeira vez que um hospital filantrópico se associa a empresas com fins lucrativos. As instituições filantrópicas também estão sendo afetadas pela concorrência, com a perda de médicos renomados.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico