Capitolio


Setor de seguros deve crescer até 15% este ano

19 de maio 2022

De acordo com dados da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg), mesmo em um cenário de baixo crescimento econômico, inflação em alta e juros elevados, o setor de seguros deve crescer entre 13% e 15% este ano. Só no mês de fevereiro, o aumento foi de 21,3% em relação ao mesmo mês de 2021.

Os números positivos refletem investimentos no setor, tanto financeiro, como na modernização dos serviços. A CNSeg afirma que, só em saúde suplementar, foram aplicados R$ 200 bilhões em atendimentos, consultas, exames e cirurgias em 2021. A indústria pagou, ainda, R$ 393,2 bilhões em benefícios, indenizações e sorteios, representando 6,3% do PIB e reforçando a importância deste segmento. Somado aos valores, a aplicação em tecnologia, com foco no aprimoramento do setor, trouxe comodidade ao cliente e a implantação de dispositivos como a telemedicina, impactou de forma positiva no lucro de seguros e além disso, a desburocratização resultou positivamente para o setor.

Wladimir Chinchio, CEO da Emotion Seguros, afirma que “o diferencial é oferecer conforto e facilidade e a tecnologia é uma forte aliada para o crescimento do setor. Na Emotion Seguros, tudo é feito de forma virtual. Nós trabalhamos com seguro emocional, para que nossos clientes possam guardar recordações de momentos bons e rever posteriormente. O segurado acessa o aplicativo e é orientado pelo Guido, um assistente virtual, que utiliza inteligência artificial para dar as boas-vindas e guiá-lo na construção da sua jornada e no registro de suas memórias na plataforma.”

De acordo com um relatório recente da Deloitte, um terço das seguradoras espera que as receitas sejam significativamente melhores este ano e a demanda por seguros deve continuar aumentando em todo o mundo.

No caso de seguro de vida emocional a cobertura é apenas para morte acidental. Tem um custo baixo, a partir de R$ 13,75 por mês, para uma indenização de R$ 15 mil e a procura também vem aumentando com o passar dos anos.

Dentro outros segmentos de seguros que também cresceram entre 2021 e 2022, o setor de automóveis teve destaque principalmente em relação à Cobertura de Pessoas, acumulando quase R$ 16 bilhões. Seguros contra riscos ou economias registraram números altos em razão dos riscos e incertezas trazidos pela pandemia, e podem ultrapassar os R$ 3 milhões só em prêmios globais.

A Emotion é a primeira seguradora do mundo criada para inspirar pessoas a celebrar e a eternizar suas histórias de vida. Pioneira ao criar os seguros emocionais, a seguradora digital utiliza o conceito de marca como terapia somado ao uso da Inteligência Artificial para oferecer a melhor experiência na utilização do benefício aos clientes, de forma segura e acolhedora. A startup é liderada pelo CEO Wladimir Chinchio, que possui mais de 25 anos de experiência no setor de seguros. Investidor anjo, ele também é fundador da Vayon Insurance Solutions, aceleradora de soluções digitais para o mercado de seguros.

Referência: Monitor Mercantil