Capitolio


Seguros de vida menos acionados com o avanço da vacinação contra Covid

04 de agosto 2022

O avanço da vacinação contra a Covid-19 no Brasil tem sido acompanhado por uma queda no acionamento dos seguros de vida, segundo levantamento inédito da IRB+Inteligência. Com base em dados da Susep, o relatório mostra que o índice de sinistros nessas apólices recuou de 49% nos primeiros cinco meses de 2021 para 32% no mesmo período deste ano.

No intervalo de janeiro a maio do ano passado, as mortes pela doença somaram 267,8 mil, segundo o consórcio de veículos de imprensa. Em 2022, os óbitos foram 47,6 mil durante esse mesmo intervalo — queda de 82,2%.

Ainda nesta comparação, a imunização aumentou em mais de sete vezes. Foi de 22,2 milhões de brasileiros com esquema vacinal completo (dose única ou duas doses) até maio de 2021 para 166,1 milhões até maio de 2022. O mês registrou a redução mais significativa nos sinistros em relação ao ano passado, de 28 pontos percentuais.

Ainda assim, os seguros de vida seguem com as contratações em alta. Em maio deste ano, ainda de acordo com a IRB+Inteligência, a modalidade garantiu R$ 22,2 bilhões às seguradoras nos primeiros cinco meses de 2022. O montante é equivalente a 35,5% do total faturado na temporada (R$ 64,4 bilhões, com alta de 18,8% ante 2021).

Na sequência, o setor foi dominado pelos segmentos de automóvel (28% dos negócios fechados entre janeiro e maio); danos e responsabilidades (18,3%); individuais contra danos (7,7%); rural (6,8%) e crédito e garantia (3,3%).

Autor: Lauro Jardim
Referência: O Globo On-Line