Capitolio


Melhor Idade

11 de outubro 2022 Paulo Araripe Jr.

Coluna Broadcast 

A Brasilprev, maior gestora de previdência privada do País, pretende investir em assessoria a clientes que chegam à idade de resgate dos planos de previdência, o que a indústria chama de desacumulação, a partir de 2023. A ideia é prestar consultoria para que o uso dos recursos pelos poupadores seja mais racional, o que suaviza os resgates.

AOS POUCOS. Segundo a presidente da Brasilprev, Angela Assis, testes com clientes mostraram que esse tipo de assessoria aumentou a escolha pelo recebimento mensal em vez do resgate único. Conforme a gestora, dos clientes com data de saída em 2022, a escolha pela renda mensal foi 60% maior entre os que receberam assessoria que entre os que não.

HERDEIROS. Além de assessorar os beneficiários, a empresa pretende criar produtos específicos para essa fase da vida. Outra vertente é a ajuda no planejamento sucessório. A Brasilprev diz que, entre muitos que têm plano de previdência, há demanda por esse serviço, e assim, um mercado a explorar.

PAIZÃO. Assis afirma ainda que a gestora tem espaços a conquistar no próprio Banco do Brasil, mais importante canal de vendas dos planos. No varejo do BB, por exemplo, a entrada dos produtos da Brasilprev ainda é menor que nos segmentos de maior renda.

Referência: Estado de São Paulo