Capitolio


Associação do homecare quer receber mais de planos de saúde

16 de junho 2023 Paulo Araripe Jr.

Sem posição definitiva do STF sobre piso da enfermagem, setor quer aumento no valor pago pelo serviço

O Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar (Nead) enviou uma carta para as operadoras de planos de saúde exigindo que aumentem os valores repassados para as empresas de homecare pelos serviços prestados já a partir do próximo mês.

O reajuste se deve, segundo a entidade, ao início da vigência do novo piso da enfermagem. Com os novos salários estipulados, dizem, as margens de lucro serão da ordem de 2%, praticamente inviabilizando o negócio.

Dizem ainda que, segundo censo feito com o setor em parceria com a Fipe, sem os leitos do homecare, os hospitais teriam de investir na construção de 35 mil leitos hospitalares para absorver todos os pacientes atendidos atualmente pelo homecare.

A Nead, no entanto, reconhece que pode ainda haver mudança sobre o assunto, que será julgado pelo STF. Mesmo assim, diz que, caso o piso seja mantido, as próprias operadoras podem ser responsabilizadas judicialmente sem os reajustes agora solicitados.

Autor: Julio Wiziack
Referência: Folha de São Paulo