Capitolio


Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa….

21 de maio 2020 | Capitolio Consulting

O senado acabou de aprovar um Projeto de Lei que obriga as seguradoras a dar cobertura aos sinistros causados pela Covid-19.

Para a situação atual, a medida é inócua tendo em vista que a maioria das seguradoras (senão todas) já está desconsiderando a cláusula de pandemia e pagando os sinistros de morte causados pelo Coronavírus.

Ocorre que, transformar em lei uma situação de exceção é, para dizer o mínimo, uma temeridade.

Caso o Projeto de Lei seja aprovado, também, pela Câmara dos Deputados e sancionado pela Presidência, estará decretado o fim dos seguros de vida, tendo em vista que nossos congressistas que, diga-se de passagem, não entendem absolutamente nada da matéria, salvo raríssimas exceções, estariam desorganizando todo o princípio dos seguros que são regras mundialmente aceitas.

O grande problema que Suas Excelências ignoram é como calcular, com bases atuariais os riscos de eventuais novas pandemias? Como precificar para não “quebrar” as seguradoras?

Mais uma vez o populismo vence o bom senso.